Island

Fim de tarde. Tempo nublado. Numa tarde cinza e monótona de novembro. Ele está só. Ele está só, vagando pelas ruas da cidade baixa, olhando para a imensidão do céu. No meio daquele mar de nuvens, ele está só, uma ilha. 11/11/11

Anúncios

Parceiros da Solidão

Cada parte do seu corpo sente o reflexo do profundo vazio e sua necessidade de ter o espaço ocupado. Sentes a oquidão do seu ser transbordar de falta. Sim, a ausência lhe é tanta que transborda de ti. Admitamos que acima de tudo a carência, a solidão ou a solitude, são a prova de uma … Continue reading Parceiros da Solidão