Seja gentil

Foi quando a manhã acabou. Dezenas de horas, algumas semanas… Não haviam mais vestígios do dia anterior no quarto. Foi o começo do fim. Suas pernas saíram da cadeira, e desapareceram dentro das meias. Foi quando começou a desmanchar, a se partir… “Seja gentil, minha querida, dê-me um soco na face. Só um pouco gentil, … Continue reading Seja gentil

Sobre a fonte

E em momentos como este tinha a impressão de estar pisando em terreno inseguro, numa camada de gêlo que, embora resistisse, já acusava  trincas e fendas embaixo de seus pés. Os olhos dêle ainda se animavam, quando avistavam; porém, não era respondido com o mesmo calor, com a mesma naturalidade. Envolvia-o um olhar velado, somente … Continue reading Sobre a fonte

Novamente

Posso sentir uma última vez Essa memória que está se apagando em minha mente...? Deixe-me, sentir mais uma vez Já não sei dizer se estes ou aqueles momentos foram os mais fortes.Oh, lembro-me de quando era livre Antes d'a vida me separar do viver. Lembro-me dos passos no escuro, sorrindo...Se pudesse apenas sentir um pouco … Continue reading Novamente

Início e fim numa noite

O início da noite foi longo meus palpites eram verdade você me viu eu te vi. E aquilo que dissestes era o tempo certo o prazer foi meu. A hora e o lugar o olhar no seu rosto, um brilho sincero. Se estavas pronto ou não, o estado de nossos corações não houve tempo para … Continue reading Início e fim numa noite

Start of a new

"[...] só nos resta sermos sensatos." Ouviu tudo sem dizer nada, uma lágrima, apenas, apontava em seu olho direito. Aquilo fazia eco no mais profundo inconsciente de sua mente, e agora, emergindo, o sentido era literal, na pele, nos olhos, nos ouvidos... Saiu e fechou a porta. O dia ensolarado, as folhas brilhando no topo … Continue reading Start of a new